sábado, 20 de outubro de 2012

Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Lisboa: Proposta da Associação Plantar Uma Árvore



A Associação Plantar Uma Árvore submeteu uma proposta à Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito da edição do Orçamento Participativo de 2012. A proposta foi aceite, pelo que este texto pretende apresentar o projecto e dinamizar a votação.
Pedimos que divulguem, votem, debatam, deem a conhecer ao vosso círculo de amigos e familiares, etc. Esta proposta é a extensão do trabalho que temos vindo a desenvolver, desta vez na cidade de Lisboa. É também uma forma de expandir a nossa acção sem custos para a Associação Plantar Uma Árvore mas, esperemos, com um grande impacto em Lisboa, para começar. Pretendemos despontar a apresentação de propostas "Plantar Uma Árvore" em Orçamentos Participativos em todo o território nacional.
Apresentamos aqui a nossa proposta, esperamos que se revejam nela e que dinamizem a votação de modo a que esta seja uma das propostas escolhidas para a implementação. Para tal contamos com a vossa preciosa ajuda na divulgação, por exemplo, nas redes sociais.

"Propomos a plantação de uma árvore por cada habitante de Lisboa.
A proposta da Associação Plantar Uma Árvore contempla a plantação, de uma árvore por cada habitante de Lisboa, ao longo dos próximos anos, propondo-se que a iniciativa seja plurianual, sendo o orçamento deste ano o início de um projecto que se espera ser a longo termo.
A plantação será, sempre que as condições técnicas o permitam, efectuada por os habitantes de Lisboa, em regime de voluntariado, por modo a aumentar a ligação entre os cidadãos e a sua cidade, através das árvores por si plantadas.
As espécies serão autóctones, podendo-se recorrer, pontualmente, a espécies exóticas naturalizadas.
As espécies a plantar incluirão árvores de fruto e alguns arbustos com fruto ou bagas, que forneçam alimento à fauna, assim como tenham aspectos pedagógicos para os cidadãos de todas as idades.
Os cidadãos e as organizações poderão sugerir locais onde efectuar as plantações, para tal apenas será necessário que a Câmara Municipal crie uma conta de correio electrónico, para onde se possam verter as sugestões. A proposta deverá ser acompanhada da localização, seja esta efectuada simplesmente através do endereço postal, ou de meios mais sofisticados, de acesso livre, como o “Google Earth”, por exemplo, através da ferramenta de localização.
A plantação poderia ser efectuada em todas as caldeiras vazias; na densificação de jardins e parques existentes; na criação de corredores verdes em áreas remanescentes, como, por exemplo, as áreas limítrofes à Segunda Circular; nos parques de estacionamento, “rasgando” longas caldeiras que iriam incrementar as áreas permeáveis; em áreas expectantes; ao longo das linhas de caminho de ferro, neste caso através de arbustos de fruto ou baga; em áreas de talude, com efeitos favoráveis sobre a estabilização dos terrenos; etc.
O objectivo desta proposta é que os todos cidadãos de Lisboa possam “Plantar Uma Árvore”".

Sem comentários:

Enviar um comentário